Remendando Sonhos

home fala comigo random blog livros me deixa
remendo sonhos
para ver
até onde posso viver neste mundo sem prazer onde só me resta crer que se eu esperar pode acontecer
"Sou apenas uma gota a mais no imenso mar de matéria, definida, com a capacidade de perceber minha existência. Entre os milhões, ao nascer eu também era tudo, potencialmente. Eu também fui cerceada, bloqueada, deformada por meu ambiente, pela manifestação da hereditariedade(…)
— Sylvia Plath 

"Mas quando cheguei às vias de fato, a pele do meu pulso parecia tão branca e indefesa que não consegui nada. Era como se o que eu quisesse matar não estivesse naquela pele ou naquele pulso magro e azulado que latejava sob meu polegar, mas sim em algum outro lugar, mais profundo, mais secreto e muito mais difícil de ser alcançado.
A Redoma de Vidro, Sylvia Plath 


alantronics:

Making a Simple Tardis Bookcase ================

~ $60 + 15 hours (lots of it in between waiting for paint/ wood glue to dry)

bill of material:

1. structural (use screws)
     4 pcs - 11.25” x 0.75” x 18” (sold as 12” by 1”, cut to 18” at HomeDepot)
     2 pcs - 11.25” x 0.75” x 36” (sold as 12” by 1”, cut to 36”)
     24+ pcs screws -  I used #6 x 1.25” (anything #6 - #10 and 1+” long works)
     1 pcs - 19” x 36” (backboard; can be cut from big 4’ by 8’ of of thin plywood) 

2.  top decoration (use wood glue)
     2 pcs - 3.5” x 0.75” x 12” (sold as 4” by 1”, cut to 12”)
     1 pcs - 3.5” x 0.75” x 19.5” (sold as 4” by 1”, cut to 19.5”)
     1 pcs - 11.25” x 0.75” x 17.5” (sold as 12” by 1”, cut to 17.5”)

3. fine decoration  (use wood glue)
     6 pcs - 31.75” x 2” (cut from big plywood sheet)
     12 pcs - 2.625” x 2” (same plywood. * I used 11/32” thickness, but any works)
     4 pcs - 2.625” x 1” ( just break two of above into 4 pieces)

4. For the top tardis alarm light, I used a PVC pipe connected to a pipe cap

5. your choice of blue spray paint (white for window too) + wood glue

You can buy all these from HomeDepot, and get most of them cut for free there as well. If not, any saw would do the trick, just a bit more work on your part. Pictures are worth a thousand words, so I made some CAD drawing for anyone who wants to try this as a weekend project. Good Luck and Cheers!


"É preciso cuidado com o arisco, senão ele foge. É preciso aprender a se movimentar dentro do silêncio e do tempo. Cada movimento em direção a ele é tão absolutamente lento que o tempo fica meio abolido.
— (via caiofernando)

valentinametadealer:

“Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa. Acredito que essa moça, no fundo gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera. Estranho e que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é? A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas? A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera? E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”
Caio Fernando Abreu

valentinametadealer:

“Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa. Acredito que essa moça, no fundo gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera. Estranho e que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é? A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas? A moça…ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera? E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça – que não era Capitu, mas também têm olhos de ressaca – levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário… Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”

Caio Fernando Abreu


"Se a lua sorrisse, teria a sua cara.
Você também deixa a mesma impressão
De algo lindo, mas aniquilante.
— Sylvia Plath 

carmem:

Aldous Huxley em Entrevista - Legendado - (1 de 3) (by Branko890)

Estou impressionada com a capacidade de percepção desse cara. Ele foi capaz de prever o caos do seculo XXI, em 1958!

Chega de adiar a leitura de Admirável mundo Novo!

Onde esta o seu Nostradamus agora!


grifeinumlivro:

Risíveis amores. Milan Kundera. (via Lua Brunini)

grifeinumlivro:

Risíveis amores. Milan Kundera.
(via Lua Brunini)


"É muito antigo dizer-se que há uma coisa ainda pior do que um inimigo, e é um mau amigo.
Manuel Antônio de Almeida | Memórias de um sargento de milícias 


Theme by gustavobarrionuevo